terça-feira, 12 de julho de 2011

Horas


                                                                                     


video
          
Sã amiga
a brisa traz partículas
umidificadas em saudades
Sonolento ouço o ruído
de cada gota
é sono? é vento?
é delirio em mar
horas em movimentos
E a brisa vai
Sem brisa tarda                                         
             
                                            fmaynart
                                                        

domingo, 10 de julho de 2011

Feche os olhos

Ei, quando eu não estiver mais aqui
Abra a porta e veja o tamanho do céu                                             
                                                                                Serra da Bocaina
E no horizonte um pássaro
fecha os olhos
ao anoitecer na árvore seca
e trás
a lua solta
que
 (re)inventa em mim.
.......
                                                                

                                                                                       fmaynart

terça-feira, 5 de julho de 2011

os pregos


Havia um problema na Pizzaria Galileo naquela tarde. Um cabeludo e andrajoso cliente tinha comido, bebido e tomado café, e agora recusava-se a pagar.

- O senhor não pode sair sem pagar, meu senhor...- o garçon começava a ficar irritado.

- Sinto muito irmão, não faço parte do mundo do capitalismo, vivo da caridade alheia enquanto propago a palavra do Pai.

Capitalista ou não, o garçon resolveu chamar o patrão, 'seu' Domenico, para desenrolar a pendenga. Se o cara fosse mesmo Filho do Homem, não era ele que ia se complicar por isso.

'Seu' Domenico não ficou com meias palavras:
- Escuta aqui, filhote de INRI Cristo, na frente do restaurante há uma praça com fonte e chafariz, se você fizer o Moonwalk do Michael Jackson em cima das águas tá tudo certo, caso contrário, chamo a polícia.

O homem dirigiu-se à fontana e começou a andar na superfície do tanquinho. Quer dizer, ele até que começava bem, dava dois passos sobre as águas, para logo afundar.

- E então?...

- Sabe o que é, meu bom homem, depois que me furaram os pés na Cruz, este milagre não sai mais direito...

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Em milhas



video


O meu
que seguro em mim
Bebeu                                                                                               
o chá de jasmim
Cresceu
um segredo sim
Morreu
o amor por mim
Um teu
que brotou sem fim
Correu
em milhas daqui
Do céu.  Do céu.
Em
milhas daqui.
fmaynart

domingo, 3 de julho de 2011

Kashf: 1. caminho 2. desvendamento


não diferem o amor e o desejo ardente
o amor é um oceano infinito
onde
os céus não passam de um micro
floco de espuma

o desejo aflui para o rio
caudaloso
do amor primordial
são as vagas do amor que giram
a roda dos dias
e das noites

o amor veio a mim
e aniquilou
meu eu encheu
todas as partes como um boneco
de pele

o amor não me quis deixar
mais
perdi todos os véus
minha realidade única
atingi
lo

de mim já não resta senão
um nome
tudo mais somente espelhos
capitoso
vinho que abundante escorre
da sua face